Backstage













TRASHrealoficial em TRANSMUTTA; um estudo de rituais e dispositivos para transfiguração de corpas trans e travestis. Transmutação como forma de transfiguração. Misturamos códigos da religiosidade ancestral-mística-divina-travesti e nossa elevação espiritual com a nossa brasilidade tecnológica de ser. Buscamos referências que traduzissem primeiramente em forma teórica e atual o que já temos feito nos nossos trabalhos, a pesquisa começa à partir de pensadoras e artistas travestis que caminham num universo ancestral-decolonial e que atravessam a transvestigeneridade dobrando o tempo, nadando contra corrente e hackeando nossa própria cultura. Pensadoras e artistas como Castiel Vitorino, Mathea Rocha, Tertuliana Lustosa, Titi Rivotril, Rainha Favelada, Ventura Profana e as meninas do coletivo As Talavistas, compõem o imaginário visual coletivo travesti na obra áudio visual criada para esta coleção. Nossa roupa é feita de upcycling, transfiguramos nossas matérias primas e recuperamos sobras de rolos tecidos e roupas garimpadas em brechós reconfigurando esses materiais que poderiam ir para o lixo em novos produtos. Parte dos tecidos são garimpados em lojas de retalhos pela cidade. Os tecidos usados na construção das peças vão desde retalhos de cetins e musselines de seda, tafetás, retalhos de lycra e spandex, até sobras variadas de malha circular e malha de algodão. Pela primeira vez o crochê vai amarrar nossa vontade de tramar peças para usar no calor do nosso verão, em colaboração com Mathea Rocha, travesti nordestina de Alagoas, que é artesã e pensa as construções artesanais relacionadas à transição de tempo.
Nas cores, mergulhamos em emaranhados de resíduos têxteis e lá no fundo recuperamos com olhar gestáltico camadas de tons de verdes, azuis, rosas, laranjas  e amarelos, em um mix de cores vibrantes neon e cores pasteis, afinal, estamos falando de transmutação, de transformar e reconfigurar padrões e fugindo da ordem e misturando cores e texturas. Voltamos com nossa terceira coleção de beachwear com os maiôs e biquínis que  são cortados e costurados um a um a partir de retalhos das malhas que garimpamos. As roupas são como dispositivos feitos por travestis para viver o cotidiano e nossos rituais do dia-a-dia. São roupas que vestem corpas desviantes fora dos padrões coloniais, que se transfiguram, que passam de um estado ou condição a outro; desconvertem(-se) e transformam(-se).






TRASHrealoficial
www.trashrealoficial.com

Sandálias
@nuushoes_
https://www.nuushoes.com/

Colaborações
BONECA DE CROCHÊ
Artesã Convidada: @_biuxa
Sandálias em colaboração com a @nuushoes_

Produção
Cabaça Produções
@macanafistula
@peluzoi
@_biuxa
@angelicristie

Beleza
@mulhertrans
@oibobinha

Vídeo
@clava.co

Agradecimento
@brechointinerante